Confraria Aiki
Renan Jung

Em 07 de abril iniciaremos nosso Projeto Confraria Aiki  com nossa 1ª edição.

O objetivo da Confraria Aiki é reunir pessoas que tenham o mesmo objetivo, que no nosso caso é estudar e treinar aikido. Além disso, pensamos em divulgar uma nova geração de aikidokas que buscam conhecimento em diversos seminários, em nessa primeira edição vamos apresentar Renan Jung – 1º Dan Aikikai e que treina no Grupo Instituto AIKI.

Iniciou seu estudo em 2002 em Florianópolis com Carlos Grisalt, (União Sul-americana/Florianópolis/SC) aos 18 anos. Estudou sob a supervisão dos senseis Antônio de Pádua Melo Moreira de Souza (União Sul-americana/Florianópolis/SC), Bete Romanzini (Kawai Sensei/Caxias do Sul/RS) e Marcos Tavares (Aikido Maruyama/Joinville/SC) devido a sua profissão. Em 2010, se estabeleceu em São José do Rio Preto onde se graduou shodan por Paulo Carvalho (Instituto Aiki/SJ do Rio Preto/SP), aluno de Marcus Caires (Instituto Aiki/Ribeirão Preto/SP). Atualmente é aluno visitante de Clauber Scarparo (Sansuikai/Campinas/SP).

Graduado e mestre em Engenharia de Materiais/UFSC, trabalha com desenvolvimento de produtos na área da saúde á 8 anos na 3M do Brasil, com foco na área de ortodontia, esterilização e centro cirúrgico.

Em 2017-2018, ministrou aulas como professor convidado em Campinas (Senshin Dojo de Campinas/SP) onde ainda treina regularmente.

Nestes anos de prática, participou de seminários com Kawai Shihan, Yamada Shihan, Bruno Gonzales Sensei, Vu Ha sensei entre outros nomes nacionais e internacionais.

Durante a entrevista para realizar esse post perguntamos o que ele espera com o Projeto Confraria Aiki, abaixo sua resposta na íntegra:

Enxergo a nossa arte marcial como uma manifestação dos valores e princípios. Desta forma, sempre pensei o Aikido como uma grande família que possui várias visões de mundo. Nunca fiquei muito preocupado em julgar as visões particulares de cada um, mas sempre me interessou escutar o que cada um tem a dizer.
Usando essa analogia, nem sempre temos a oportunidade de conviver com aquele “tio” que mora longe, mas é muito comum que os “primos” se encontrem e se divirtam durante as férias.
Então, penso que a Confraria Aiki pode se tornar um encontro (não gosto de chamar de evento) em que compartilhamento de ideias e visões que são o foco principal. Muito respeito, mas sem muitas formalidades. Um lugar para “fazer Ukemi”.
Ao final, nada melhor que um período de férias com os primos.

E aí gostou? Então venha participar da 1ª edição da Confraria Aiki no dia 07 de abril de 2018, realize sua inscrição clicando aqui.